Portugal e Espanha estão em condições de realizar melhor mundial de sempre

2 12 2010

Portugal e Espanha mostraram esta manhã as razões para que o Mundial de 2018 se realize nestes dois países.

A candidatura Ibérica tem todas as condições para a realização de um evento desta natureza. Pelo menos foi o que disseram o primeiro-ministro Português e Espanhol.

O primeiro a tomar da palavra para argumentar pela última vez sobre a importância da realização do mundial em Portugal e Espanha foi José Sócrates que começou por falar numa candidatura profissional, responsável competente e segura, relembrando que ambos os países já organizaram competições deste tipo, aludindo ao Euro 2004, que foi um sucesso.

Para José Sócrates, caso a candidatura ibérica vença, mais que uma candidatura europeia, está será uma candidatura que se vai dirigir a todos os continentes, em especial aos 600 milhões de pessoas que fala português e espanhol.

Também Gilberto Madail reforçou a importância da realização deste Mundial nestes dois países ibéricos. O presidente da Federação Portuguesa deFutebol fala num projecto especial. Gilberto Madail reforçou também a realização do euro2004 que foi um sucesso e cujas estruturas, nomeadamente os estádios, estao ainda em condições. Por isso, acredita que estes dois países tem condições de realizar o melhor mundial de sempre.

Também do lado espanhol, José Luis Zapatero, primeiro-ministro, falou da importância da candidatura para a Europa e para o resto do Mundo. José Luis Zapatero salientou as mais valias em termos de infra-estruturas.

Nesta apresentação falou também o presidente da Federação espanhola, que reforçou a importância deste Mundial nestes dois países e mostrou-se revoltado com as difamações contra a candidatura ibérica e contra a FIFA. 

Refira-se que se a candidatura ibérica for a vencedora, Portugal irá receber cerca de 20 dos 64 jogos previstos para o Mundial de 2018, também por isso caberá à Espanha a maior parte dos custos.

O dossier da proposta entregue na FIFA aponta para uma despesa global de perto de 500 milhões de euros. Seguindo a lógica de um terço, Portugal deverá pagar uma factura de cerca de 150 milhões de euros.

Nas contas às receitas e despesas, Portugal surge aliás mais beneficiado nesta parceria ibérica. Não tem de fazer obras em qualquer estádio.

Em Espanha são nove os estádios a ser renovados ou construídos entre 2011 e 2017, uma despesa apresentada à FIFA que ronda os 1,5 mil milhões de euros.

Depois da apresentação que terminou há instantes, Portugal e Espanha têm de esperar até às 15H00 para saber da decisão da FIFA….

Refira-se que ao Mundial de 2018 concorrem as candidaturas conjuntas de Espanha e Portugal e da Bélgica e da Holanda, além da Inglaterra e da Rússia. À edição de 2022 apresentam-se Austrália, Coreia do Sul, Estados Unidos, Japão e Qatar.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: