Governo não confirma dívida de 930 milhões às farmacêuticas

17 08 2010

A dívida de 920 milhões de euros que os hospitais continuam por pagar às farmacêuticas não é confirmada pelo ministério da Saúde. No entanto, garantiu hoje que irá empenhar-se na resolução do problema.

De acordo com o relatório mensal da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica, as dívidas dos hospitais aquele setor cresceu dois milhões de euros por dia durante o mês de julho, totalizando os 930 milhões de dívida.

O mesmo documento, a que a Lusa teve acesso, refere ainda que só no último mês a dívida cresceu cerca de 60 milhões de euros, além dos hospitais demorarem agora 349 dias a pagar aos fornecedores farmacêuticos.

Hoje, em resposta escrita enviada à Lusa, o Ministério não confirma os valores adiantado pela APIFARMA, no entanto, “reafirma-se o empenho em reduzir o volume da dívida dos hospitais à indústria farmacêutica, bem como em manter a redução dos prazos médios de pagamento que se tem paulatinamente registado”.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: