Hospital de Amarante sem cirurgiões

2 08 2010

Desde ontem que o Hospital de São Gonçalo, em Amarante, deixou de ter cirurgiões. O objectivo é reduzir os custos com as horas extraordinárias, mas a mudança «não vai afectar os doentes», garante a administração do hospital.

Segundo o porta-voz da unidade de saúde, «ao fim de semana os dois ou três cirurgiões precisos para garantir as 24 horas do serviço não tinham grande trabalho, raramente eram chamados a intervir, e isso significava uma sobrecarga nas contas do hospital em termos de horas extraordinárias».

Assim, desde ontem, «as necessidades dos doentes passam a ser tratadas com recurso aos profissionais do hospital de Penafiel», que em conjunto com o de Amarante compõem o Centro Hospitalar Tâmega e Sousa, adianta.

Em vez de haver um cirurgião disponível para os pequenos casos que normalmente são resolvidos localmente, é chamado um cirurgião que percorre os 30 kms que distam entre Penafiel e Amarante para acorrer às necessidades.

Os casos mais graves, como sempre aconteceu, são transferidos para o hospital de Penafiel, que é um hospital distrital e que, por isso, está mais equipado para responder às necessidades mais complexas.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: