Comissões de utentes contra a introdução de portagens nas Scut apelam ao Governo que suspenda o processo e negoceie com todos os envolvidos

15 07 2010

Depois dos constantes avanços e recuos na questão da introdução de portagens nas scut do Grande Porto, Norte Litoral e Costa de Prata e no dia em que o Parlamento deverá votar hoje o calendário para a cobrança de portagens nas SCUT, estando em causa uma proposta do PSD que faz depender o pagamento da entrada em vigor de um novo decreto-lei do Governo, as comissões de utentes volta a referir-se ao processo como uma trapalhada que só confunde as pessoas. Por isso, para José Rui ferreira, porta-voz das comissões, apela a que o processo seja suspenso e que se abra um processo de negociação entre todos. 

José Rui Ferreira avisa ainda que estes avanços e recuos não dignificam o parlamento e por isso prometem continuar com os protestos.

Protestos esses que deverão marcar já o final da tarde de hoje. As comissões de utentes têm nova sessão de protestos marcados para as 18H00 junto à rotunda dos produtos estrela, no Porto.

Recorde-se que o Parlamento deverá votar hoje o calendário para a cobrança de portagens nas SCUT, estando em causa uma proposta do PSD que faz depender o pagamento da entrada em vigor de um novo decreto-lei do Governo.

O PSD propôs na quarta-feira à noite, na Comissão de Obras Públicas, que a cobrança de portagens em três das sete autoestradas até agora sem custos para o utilizador (SCUT) – do Grande Porto, Norte Litoral e Costa de Prata – só comece 30 dias depois de entrar em vigor um novo decreto-lei a aprovar entretanto pelo Governo.

Segundo a proposta do PSD, cuja votação foi adiada para hoje a seguir ao debate do estado da nação, esse decreto-lei a aprovar pelo Governo deverá instituir “a aplicação do princípio da universalidade” – ou seja, a cobrança de portagens nas restantes quatro SCUT – e garantir “a aplicação de medidas de equidade ou de discriminação positiva”.


Ações

Information

One response

15 07 2010
cacc

É avançar para manifestações parar os comboios todos na livrarão assim eles conseguem ver que existe população no interior e é portuguesa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: