Estado prevê obter receitas de 320 a 330 milhões por ano com portagens nas Scut

14 07 2010

O Estado prevê obter receitas entre 320 e 330 milhões de euros por ano com a introdução de portagens nas sete SCUT (autoestradas sem custos para o utilizador), disse hoje o ministro das Obras Públicas.

António Mendonça, que está a ser ouvido na comissão parlamentar de Obras Públicas, Transportes e Comunicações, disse que esta previsão de receitas com a introdução de portagens nas SCUT não inclui as isenções.

As isenções corresponderão a uma redução de 130 milhões de euros no valor previsto das receitas, disse o ministro, em resposta ao deputado do CDS-PP Hélder Amaral.

A partir do próximo dia 01 de agosto, começam a ser cobradas portagens nas SCUT Grande Porto, Costa de Prata e Norte Litoral.

A introdução de portagens nas outras quatro SCUT está prevista para 01 de janeiro do próximo ano.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: