Providência cautelar para impedir portagens na A41/A42 avança ainda este mês

8 06 2010

O estudo encomendado pelos autarcas do Vale do Sousa que pretende demonstrar que a região não cumpre os critérios para passar a pagar portagens estará pronto na próxima semana e de seguida será entregue uma providência cautelar para travar as portagens na SCUT do Grande Porto.
“Vamos avançar com a divulgação do estudo na próxima semana e ainda durante o mês de Junho com uma acção em tribunal, designadamente a providência cautelar”, adiantou à Rádio NFM o presidente da Câmara de Paços de Ferreira, Pedro Pinto.
O autarca salienta que o estudo efectuado se baseia nos mesmos critérios definidos pelo Governo mas apresenta resultados muito diferentes, desde logo no que toca às vias alternativas. “Fica claramente demonstrado que não há vias alternativas, porque em alguns lanços são vias municipais, mas por outro lado, em termos de distância-tempo, ultrapassa claramente o tempo limite que o Governo tinha definido para não aplicar portagem.
Pedro Pinto acrescentou que, a aplicar as portagens definidas pelo Governo, o concelho de Paços de Ferreira vai perder competitividade.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: