Operários de empresa de castelo de Paiva estão há uma semana em vigília à porta da fábrica para evitar retirada de bens

9 03 2010

Cinquenta e quatro operários de uma empresa de calçado de Castelo de Paiva estão em vigília à porta da fábrica há uma semana para evitar uma eventual retirada de bens.
Em causa está o pagamento do subsídio de férias do ano passado, metade do subsídio de Natal e o salário de Fevereiro. A empresa está em processo de insolvência e os trabalhadores receiam a retirada de máquinas das instalações, o que restou do património da empresa.
O deputado do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, visitou a unidade fabril e relata um cenário de grande precariedade.
O deputado bloquista já levou o caso ao Governo e pede respostas aos ministérios da Economia e da Solidariedade Social.
Com salários e subsídios em atraso, os trabalhadores da empresa de calçado “Outras Matérias”, em Castelo de Paiva, temem a retirada das máquinas por parte da actual administração e estão em vigília, há uma semana, à porta da empresa para salvaguardar o património.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: