Dia Internacional da Mulher – cem anos depois

8 03 2010

Hoje é dia Internacional da Mulher. Um pouco por toda a região há comemorações para assinalar a data.

No Marco de Canaveses, comemora-se os cem anos da data. Esta segunda-feira às 15H00 vai ser inaugurada no Espaço Arte, no Museu municipal Cármen Miranda, a exposição: retratos de uma vida de Lucília Queirós.

Em Paredes haverá uma tertúlia para assinalar a data. Organizada pela Associação Empresarial de Paredes, a iniciativa realiza-se às 20H30, na Casa de Cultura de Paredes.

EM Lousada, a câmara municipal em colaboração com várias juntas de freguesia também assinalam o Dia Internacional da Mulher.
O Auditório Municipal vai ser palco de um espectáculo variado com música dança e poesia. A partir das 21h30, o público pode assistir à actuação do grupo de dança “Os Pienses”, seguindo-se o Coro Feminino do Conservatório do Vale do Sousa e um recital de poesia pelo lousadense Manuel Esteves.
Os mais novos têm também actividades programadas. Durante o dia várias sessões subordinadas ao tema “Violência no namoro”.

Em Celorico de Basto a data também não foi esquecida. A câmara Municipal, através da Coordenação Municipal de Desporto e Cultura, promove a “ Corrida da mulher”.
A acção terá início na Praça Cardeal D. António Ribeiro, pelas 09h30 e as participantes podem optar pelas modalidades de corrida, marcha, caminhada ou pelo simples convívio e celebração entre participantes.

Em Valongo, a Câmara Municipal de Valongo assinala o Dia Internacional da Mulher com a realização de um espectáculo de teatro, uma exposição de fotografia e uma palestra da actriz Custódia Galego, na Biblioteca Municipal e no Fórum Cultural de Ermesinde …Assim, pelas 10h30, a Biblioteca Municipal de Valongo recebe Custódia Galego, actriz que actualmente participa na telenovela «Perfeito Coração», que irá partilhar com os presentes o seu percurso de vida seja a nível profissional ou pessoal.
À noite, pelas 21h30, no Fórum Cultural de Ermesinde será apresentado a peça de teatro “Nós, Mulheres”, um espectáculo que procurará levar o público a questionar a desigualdade de género. Um pouco antes do espectáculo de teatro, também no Fórum Cultural de Ermesinde, é inaugurada a exposição de fotografia designada “A Mulher”, uma mostra organizada pela fotógrafa Marta Ferreira, da associação Cabeças no Ar e Pés na Terra.

Em Baião, o dia da Mulher é assinalado com uma conferência subordinada ao tema “As mulheres e a Republica: 60 anos de faz de conta”, às 16H30, no auditório municipal. Antes, às 15H00, haverá ainda Teatro/fórum destinado à prevenção da violência doméstica, também no auditório municipal.

Refira-se que o Dia da Mulher comemora-sec há faz hoje 100 anos. Neste dia, em 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias que, nas suas 16 horas, recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como “Dia Internacional da Mulher”. De então para cá o movimento a favor da emancipação da mulher tem tomado forma, tanto em Portugal como no resto do mundo.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: